in , ,

O fim do cartão de crédito e da compra sem juros: Bancos se unem e jogam bomba nos clientes e nos varejistas

O fim do cartão de crédito e do parcelado sem juros

O cartão de crédito é uma forma de empréstimo com prazo de pagamento de até 40 dias. Ele é disponibilizado por bancos e instituições financeiras. Dessa vez, no entanto, viemos falar sobre o fim desse meio de pagamento e das compras sem juros. Assim, os banco se uniram e jogaram uma bomba para cima dos clientes e varejistas.

Os bancos defendem o fim do parcelamento de compras sem juros, tal como ele existe hoje, de acordo com o argumento de que o que torna os juros do rotativo caros é a inadimplência. De acordo com dados do portal ‘UOL’, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) afirma que o parcelamento sem juros “possui forte subsídio cruzado e [seria responsável] inadimplência que chega a 40%.”

“Se acabar o parcelado sem juros ou se houver uma taxação, isso tende a ter um impacto muito significativo, terrível para os comerciantes de maneira geral”. Afirmou o economista Marcel Solimeo, da Associação Comercial de São Paulo, entidade que reúne lojistas e empreendedores da maior cidade do país há 136 anos.

Maquina de cartão de crédito (Foto: Reprodução / Internet)
Maquina de cartão de crédito (Foto: Reprodução / Internet)

Por fim, o fim do cartão de crédito diz respeito a introdução do Pix parcelado. E é a futura possibilidade de utilização do sistema de pagamento instantâneo para parcelar compras e pagamentos. Assim, esse recurso, ainda sem data de lançamento, deve impulsionar a consolidação do Pix como um dos meios de pagamentos mais usados.

Dessa forma, o valor do Pix é creditado em parcelas na conta do usuário e é recebido instantaneamente na conta do destinatário informado por ele.

Como funciona o pix parcelado?

Para usá-lo, é preciso possuir uma conta em um banco. Assim, na hora que o usuário for transferir uma quantia para outra pessoa ou empresa, ele solicita um valor emprestado à instituição e escolhe a quantidade de parcelas.

O parcelamento pode ser em até 24 vezes, com juros entre 2,09% e 3,99% que variam de acordo com cada instituição. No entanto, quem recebe o dinheiro tem acesso ao valor integral imediatamente. O seu funcionamento é como um crediário digital, mas sem a necessidade de um intermediário entre comprador e vendedor.

Pix é um dos métodos de pagamentos mais utilizados do Brasil (Reprodução: Internet)
Pix é um dos métodos de pagamentos mais utilizados do Brasil (Reprodução: Internet)
https://youtu.be/L2pY2FX5Dwg?si=mXtyLqElhjwu2bMD

The post O fim do cartão de crédito e da compra sem juros: Bancos se unem e jogam bomba nos clientes e nos varejistas appeared first on TV Foco.

URGENTE: William Bonner entra às pressas na Globo e confirma notícia devastadora: ”Perdas”

R$ 540 milhões de multa: Maior estrela do Flamengo vira alvo de rival e pode sair a qualquer momento